As formas de comercialização na economia social e solidária e os princípios de comportamento econômico de Polanyi

  • Paulo Roberto Araujo Cruz Filho Centro Internacional de Pesquisa e Informação sobre a Economia Pública, Social e Cooperativa (CIRIEC-Brasil) e Chaire de recherche du Canada en économie sociale

Resumen

Este artigo tem como objeto de estudo as organizações de economia social e solidária que combinam finalidade social com atividades econômicas de mercado. Sendo assim inseridas em uma lógica de mercado, a observação empírica revela que essas organizações adotam diferentes formas de comercialização que as permite vender produtos e serviços em função de uma finalidade social. A fim de compreender como tais formas de comercialização surgem e quais são suas características, este artigo sugere a construção de um quadro teórico baseado nos princípios de comportamento econômico de Polanyi. Tais princípios evidenciam a existência de três regimes econômicos e de três tipos de recursos que são hibridizados por essas organizações, e que explicam sua origem, seu papel na economia, e, assim, suas quatro formas híbridas de comercialização: não-relacionada, relacionada, integrada e incorporada. A tipologia proposta vai além de uma simples descrição do que pode ser observado empiricamente, e consiste em uma primeira tentativa de teorização da questão da hibridação das atividades econômicas na economia social e solidária. Além de auxiliar na compreensão da complexidade e da pluralidade que caracterizam as organizações de economia social e solidária, tal quadro teórico pode auxiliar na identificação de pistas importantes de pesquisa quando aplicado aos mais diversos contextos nacionais. 

Palavras-chave: economia social e solidária, comercialização, missão, atividade econômica, Polanyi.

Descargas

La descarga de datos todavía no está disponible.
Publicado
16-08-2012
Cómo citar
Cruz Filho, P. R. (2012). As formas de comercialização na economia social e solidária e os princípios de comportamento econômico de Polanyi. Otra Economía, 6(10), 79-97. Recuperado a partir de https://www.revistaotraeconomia.org/index.php/otraeconomia/article/view/otra.2012.610.07